Critério de Edemburg

CRITÉRIOS DE EDINBURGH PARA SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA CRIOPRESERVAÇÃO DE FRAGMENTOS DE OVÁRIO

  • 1. Idade < 30 anos
  • 2. Sem quimio ou radioterapia prévias (pacientes < 15 anos com baixo risco de quimioterapia)
  • 3. Chances reais de longa sobrevida
  • 4. Alto risco de o tratamento levar a falência ovariana imediata (> 50%)
  • 5. Consentimento informado do paciente ou (no caso de crianças) dos pais
  • 6. Sorologias negativas para HIV e Hepatite
  • 7. Não ter filhos

No entanto, as diretrizes de Edimburgo são inconsistentes com as utilizadas para oferecer assistência reprodutiva a alguns pacientes. Assim, novos critérios têm sido propostos para os candidatos à criopreservação de tecido ovariano, que são consistentes com a ASCO (American Society of Clinical Oncology) e ASRM (American Society For Reproductive Medicine). Estas orientações podem ser utilizadas para identificar candidatos potenciais para a criopreservação do tecido ovariano, nos casos em que a mulher está em risco imediato para a infertilidade.