Perguntas mais frequentes

Perguntas que deverão ser respondidas pelo médico à paciente, seus pais ou responsáveis (caso seja menor de idade), antes do início do tratamento oncológico:

  • 1) O tratamento afetará a fertilidade da mulher ou menina? Se a resposta for “sim”, qual a melhor técnica para preservar a fertilidade? Qual a opção mais indicada para este caso?
  • 2) Essas opções para preservar a fertilidade irão prejudicar o tratamento contra o câncer?
  • 3) Escolhendo uma dessas opções haverá necessidade de postergar o tratamento contra o câncer? Por quanto tempo?
  • 4) Como e quando a paciente poderá saber se é fértil ou não após o término do tratamento? Existem testes para isso?
  • 5) Se a fertilidade não for preservada, quais são as alternativas para que ela possa ter filhos futuramente?
  • 6) Esses tratamentos ou uma futura gestação podem aumentar os riscos de o câncer voltar?
  • 7) Se houver falência ovariana (menopausa pelo tratamento), quais serão os sintomas? Existe tratamento para isso?
  • 8) Depois de terminado o tratamento, quanto tempo levará para que a menstruação retorne? Se não estiver menstruando, será necessário o uso de hormônios ou contracepção se desejar evitar filhos?
  • 9) Haverá mudanças do desejo sexual?
  • 10) A gravidez é segura após o tratamento? Se a resposta for positiva, quanto tempo a paciente deverá esperar para ficar grávida?
  • 11) Haverá riscos para a gestação ou para a criança caso ela fique grávida?
  • 12) Onde o paciente poderá encontrar clínicas de Reprodução Humana especializadas para este tipo de tratamento?
  • 13) Onde pode encontrar mais informações sobre preservação da fertilidade?